terça-feira, 18 de março de 2008

Vida por Vidas


Há mais de três mil anos, a mais poderosa nação da terra vivia um duro golpe no momento de maior prosperidade de sua história. Terríveis pragas e doenças tinham dizimado o Egito e suas riquezas, animais morrendo, epidemias e uma invasão de gafanhotos que devastaram as colheitas, foram algumas das conseqüências que recaiam sobre a civilização que escravizava e explorava um povo chamado Israel ou também conhecidos como ‘Hebreus’.
Na noite daquela primeira Páscoa, Moisés instruiu o povo a reunir-se por famílias, assar um cordeiro, comer com ervas amargas e passar um pouco do sangue deste animal nos umbrais das suas portas. Naquela madrugada, os primeiros filhos de cada família egípcia morreram de uma terrível praga que passou em todas as casas que não tinham a marca do sinal de sangue. Os deuses egípcios estavam humilhados e o Faraó desmoralizado! Aquela foi a Páscoa, a partida, a passagem de Israel para a salvação, centenas de famílias partiram do Egito, deixando a escravidão e rumando para ‘terra prometida’.
Séculos depois, Jesus encontrava-se em Jerusalém comemorando esta festa, a Páscoa, naquela noite eles comeram a famosa última ceia, onde Cristo instituiu o pão como símbolo de seu corpo e o suco como símbolo de seu sangue. Também foi naquela noite que Cristo falou sobre os sinais de sua 2ª vinda a esta terra, falou de sua morte e ressurreição e anunciou que um traidor estava entre eles.
Muito depois de Cristo, símbolos pagãos como os ovos, doces e o coelho, foram misturados a festa da judaico-cristã chamada de Páscoa. De fato, o que nos resta do significado original desta festa?
Resumirei em uma palavra: Solidariedade! Esta é a palavra por trás do rito de passar o sangue do cordeiro nos umbrais das portas, que anunciava o sangue de Cristo, derramado na cruz do calvário para redimir os pecadores de seu destino destrutivo. Cristo doou todo o seu sangue para que a humanidade tivesse uma segunda chance, para que pudéssemos um dia, segundo a fé cristã ‘ressuscitar’. Doei sangue nesta semana, muitos de meus amigos Adventistas do Sétimo Dia doaram também, na verdade, qualquer pessoa, de qualquer religião deveria doar também! Se Cristo doou todo o seu sangue para que vivêssemos, você também pode doar um pouco, para que alguém viva.Pois isto é a Páscoa, uma segunda chance, uma passagem para a vida, uma passagem para a salvação.
Por Pr.Ericson Danese
A igreja Adventista do Sétimo Dia de Santo Ângelo tem realizado uma semana de palestras especiais, todas as noites as 19:30hs em suas dependências durante esta semana. Convida a todos para doar sangue no banco de sangue municipal e assistir a encenação da primeira Páscoa, as 19:30hs na Igreja Adventista do Sétimo Dia local no dia 22/03.

Um comentário:

Celulite disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the Celulite, I hope you enjoy. The address is http://eliminando-a-celulite.blogspot.com. A hug.